9 de fev de 2016

DEZ ENREDOS QUE NÃO DERAM BONS RESULTADOS

Alguns temas que atravessaram o samba


1- Caminhoneiros.

Este tema derrubou o Grêmio Recreativo Escola de Samba Império Serrano em 1991. Tinha fantasia com graxa, óleo, pneu e até Sula Miranda numa alegoria. A agremiação ficou em penúltimo lugar e foi parar no grupo de acesso. 

2- Teleporto.
Em 1996, a Grêmio Recreativo Escola de Samba Estácio de Sá homenageou o seu bairro e, ao mesmo tempo contou a história da comunicação. O mote era a inauguração do Teleporto. O resultado foi um desastre. Terminou o carnaval em 10º lugar. 

3- PIS e Pasep.
Foi em 1975, período da ditadura militar. O Grêmio Recreativo Escola de Samba Beija-Flor desfilou mostrando planos e obras do governo. A carnavalesca era Rosa Magalhães. A escola ficou em 7º lugar.  

4- Beto Carrero.
O Grêmio Recreativo Escola de Samba Império Serrano voltou a cair para o grupo de acesso em 1997 quando contou a vida do empresário, dono de um parque em Santa Catarina. 

5- Club de Regatas Vasco da Gama.
Homenagear clube de futebol é um risco. A torcida adversária seca, vaia e acaba atrapalhando a evolução da escola, como aconteceu em 1998 com o Grêmio Recreativo Escola de Samba Unidos da Tijuca, que despencou para o grupo de acesso.

6- Chico Recarey.
O Grêmio Recreativo Escola de Samba Estação Primeira de Mangueira, em 1989 ficou em 11º lugar, sua pior colocação nos anos 80. Recarey virou enredo fiasco. O tema era os reis da noite.

7- Energia.
O G.R.E.S. União da Ilha do Governador caiu em 2001 quando desfilou com o enredo sobre a energia. Apresentou dínamos, xisto betuminoso e até fantasias de eletrón. A bateria arriou e a agremiação ficou em penúltimo lugar.

8- Chocolate.
O Grêmio Recreativo Escola de Samba Caprichosos de Pilares errou a receita quando, em 1996 escolheu a história como tema. Metade  das fantasias era marrom e a escola fez um desfile feio, apagado. Ficou em penúltimo lugar  e caiu para o grupo de acesso. 

9- Baianos.
Em 1994, Gilberto Gil, Maria Bethânia, Gal Costa e Caetano Veloso exageraram em exibição antes da hora. O Grêmio Recreativo Escola de Samba Estação Primeira de Mangueira, mesmo com um forte aparato de marketing acabou em 11º lugar. 

10- Castor de Andrade.
Em 1998, um ano após a morte do bicheiro, o Grêmio Recreativo Escola de Samba Mocidade Independente de Padre Miguel homenageou seu patrono. Ficou em 6º lugar e longe do desfile das campeãs.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aguardo seu comentário ou opinião.